12509505_930691607018588_1649765776402799423_n

O estilo de vida urbano requer sempre uma atenção aos produtos “to go”/para viagem. Seja a embalagem que vai para o delivery, o formato de servir em fast casuals ou fast foods e foodtrucks, até mesmo se forem as simples embalagens para viagem.

Este importante ponto de contato da marca merece ser observado. Veja algumas dicas:

1. Personalização: Não é somente colocar a marca na embalagem. Veja o caso da Coca-Cola que colocou nomes em suas latinhas. Às vezes, um adesivo com “feito à mão” ou “feito com ingredientes frescos” ajuda a dar o toque humano.

2. Artesanal: Aparecendo frequentemente, o visual pode ser atingido através de fontes escritas à mão, rabiscos, lousas e até mesmo aquarelas. Isso tira a sensação corporativa da embalagem.

3. Reutilizável: Originalidade e sustentabilidade são características muito desejadas. Já vemos essa tendências em produtos de consumo em garrafas de vinho ou na moda. A ideia toda é trazer responsabilidade para a marca: qual o impacto que ela faz no planeta? Os clientes estão olhando.

4. Simplicidade: A ideia não é fazer a embalagem um presente. Este é um estilo reservado a marcas de luxo. Um visual clean, claro e direto é o suficiente.

5. Vintage: assim como o artesanal, alguns símbolos como carimbos, etiquetas e faixas dão a percepção de vintage. Essa aparência pode ser usada para dar ao produto uma sensação de edição limitada.

Um exemplo aqui em terras brasileiras de preocupação com a embalagem é o supermercado Hirota, que investiu em cintas que informam o consumidor sobre as condições do produto, elaboração de receita e material da embalagem.

 

IMG-20160311-WA0000

 

Fonte: QRS Magazine
CategorySem categoria
Deixe um comentário:

*

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2016 Galunion Consultoria para Foodservice | Todos os direitos reservados.